quarta-feira, 24 de maio de 2017

Pavê de Frutos Vermelhos


Nunca me canso de dizer o quanto adoro esta época do ano. Os dias longos, solarengos, já com um cheirinho a Verão, a fruta maravilhosa desta altura do ano e as festas. Claro, as festas.

Estamos com um pé em Junho. O mês do meu aniversário, dos santos populares e dos convívios à mesa. Entre um almoço de família ou um jantar na varanda com os amigos, tenho sempre o mesmo dilema: fazer uma sobremesa que os deixe surpreendidos e que seja deliciosamente fantástica J Porque ninguém diz não a sobremesa!
Na “manga” tenho algumas sobremesas rápidas e fáceis e na despensa nunca faltam latas de leite condensado Nestlé, para a eventualidade de ter de fazer uma sobremesa J
Mas em dias mais especiais tento aliar a simplicidade de uma receita a um visual um pouco mais cuidado. E ninguém consegue resistir!

Ingredientes:

200ml de leite culinário de coco
100ml de leite
2 gemas
1 c. sobremesa de farinha
4 colheres de sopa de  compota de frutos vermelhos
palitos de champanhe qb
500gramas de morangos
125 gramas de mirtilos, framboesas ou outros frutos vermelhos
1 pacote de natas Longa Vida
50 gr açúcar

Preparação:


Forre uma travessa bonita com palitos de champanhe.
Corte os morangos e “forre” a travessa a toda a volta com morangos.
Leve ao lume o leite condensado, o leite, as gemas e a farinha.
Mexa muito bem, sem parar, até começar a engrossar. Deixe arrefecer por completo.
Deite o creme por cima dos palitos de champanhe e por cima disponha frutos vermelhos.
Faça uma nova camada de palitos de champanhe. Por cima coloque a compota de frutos vermelhos. Acrescente em cima o creme de leite condensado.
À parte bata as natas com o açúcar até ficarem em chantilly. Coloque-as como última camada, em cima do creme.

Decore a gosto com frutos vermelhos.





sexta-feira, 14 de abril de 2017

Folar de Bacalhau


Chegámos à Páscoa e Páscoa sem folar não é Páscoa :)
Cá em casa nunca fomos muito de sobremesas muito complexas na Páscoa, mas o folar de carne nunca faltou.
Sendo o meu pai transmontano, durante anos a minha mãe fez o típico folar de enchidos mas houve um dia em que experimentou uma nova receita e, cá em casa, todos adoramos.
Partilhei a receita em 2012 (podem ver aqui) e ele nunca falta na Páscoa e não só. Como é tão fácil de fazer, levamos connosco para quase todos os picnics (e como a Primavera pede picnics :)
Nos últimos anos tenho tentado fazer outras versões dos tradicionais folares (ou regueifas ou roscas doces, podem ver aqui ou aqui) que também têm feito sucesso. Este ano tinha pensado em algo diferente e quando vi esta receita de folar de bacalhau não pensei mais. Tinha de a fazer.
Foi um ótimo complemento para os jantares de sopa cá em casa e agora na Páscoa não vai faltar à mesa :) Quem é que se atreve a fazer?
Boa Páscoa!
(Receita ligeiramente adaptada da revista Continente Magazine nº79)
Ingredientes:
600gr de farinha
6 ovos
1 cebola
1 alho francês (usei apenas a parte branca)
1 saqueta de fermento de padeiro
1,5 dl de leite
sal q,b
2 dentes de alho
700 gr de bacalhau desfiado ultracongelado
salsa q.b
3dl de azeite
pimenta q.b

Preparação:
Dissolva o fermento no leite morno. Coloque a farinha numa tigela grande e abra um buraco no meio. Adicione o sal, 1,5dl de azeite, 5 ovos e o leite com o fermente.
Misture tudo muito bem até a massa descolar. Cubra com um pano e deixe-a levedar, num local quente, até aumentar o volume.
Num tacho refogue a cebola e o alho francês cortados às rodelas no restante azeite e junte os dentes de alho picados. Adicione o bacalhau e tempere com sal e pimenta. Por fim, junte salsa picada e deixe arrefecer.
Unte uma forma com azeite. Coloque a massa numa banca polvilhada com com farinha e amasse-a um pouco. Divida em 2 parte iguais.
Estenda uma parte e coloque-a dentro da forma, espalhe por cima a mistura do bacalhau e cubra com a restante massa (Se a forma for pequena pode fazer a bola em 3 camadas).
Feche bem os rebordos da massa, pincele com um ovo batido e leve ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 45minutos ou até estar cozida.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Bolinhos de limão e sementes de papoila

Se a vida te dá limões, faz limonada...ou bolinhos de limão!
Com os dois juntos já temos uma festa, ou pelo menos, um lanche bem jeitoso :)
A época dos citrinos está a dar as últimas e a primavera aproxima-se a passos largos. Podia voltar à lamuria do costume (o tempo passa tão rápido bla bla bla os meses voam bla bla) mas já todos a conhecem.
Por ser uma conversa tão recorrente e até um bocado aflitiva, tenho feito um esforço por parar mais, estar mais tempo e disponível para os amigos e para a família. Acreditem ou não, ao fazer estas pequenas "pausas", quando volto ao trabalho dou por mim muito mais produtiva e empenhada.
Faz bem dar um passeio à beira-mar, uma esplanada em dias de sol, um jantar com amigos ao sábado à noite ou simplesmente ver um filme enroscada no sofá. O nosso corpo precisa, mas a nossa cabeça ainda mais.

Se a vida te dá tempo, aproveita-o da melhor maneira!
Eu cá fiz bolinhos de limão :)

Ingredientes:
280gr de farinha
1 colher de chá de fermento
2 colheres de sopa de sementes de papoila
1 ovo
110 gr de açúcar
2 colheres de chá de raspa de limão
sumo de 2 limões
60ml de água
3 colheres de sopa de iogurte grego natural
1 colher de sopa de óleo de girassol



Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180º e unte pequenas formas com manteiga.
Junte a farinha, o fermento e as sementes de papoila.
Noutro recipiente bata bem o ovo com o açúcar e junte o sumo e raspa de limão, a água, o iogurte e o óleo.
Misture este último preparado com a mistura da farinha e sementes .
Leve ao forno cerca de 30 minutos ou até estarem no ponto.



segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Brownies de pêra e noz

Já toda a gente sabe que o meu forte não são os doces.
Quando me apetece fazer um doce e pergunto cá em casa por sugestões, a resposta é sempre a mesma: brownies!
Segundo o Mr. Frango, ninguém faz brownies melhor que eu (verdade ou mentira, sabe sempre bem ouvir) e, parece-me a sobremesa mais rápida e fácil do Mundo. E sai sempre perfeita!
Não faltam receitas de brownies aqui no blogue (aqui, aqui e aqui) e começa a ser difícil variar nos sabores e texturas. Os nossos favoritos são os que incluem fruta, por isso, com a fruteira carregadinha da minha amada pêra rocha lembrei-me da receita da minha querida Teresa.

Ora, o S.Valentim não perdoa e, quer se goste ou não do dia, um miminho cai sempre bem :)
Se brownies faz o homem feliz, podem ter a certeza que eu também sou feliz :)

Ingredientes:
150 gr de chocolate negro
100 gr de manteiga
150 gr de açúcar amarelo
3 ovos
80 gr de farinha
80 gr de miolo de noz
2 a 3 pêras

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180º.
Coloque o chocolate partido em pedaços e a manteiga numa taça resistente ao calor e coloque em banho-maria até o chocolate derreter, mexendo sempre.
Numa taça bata os ovos com o açúcar. Adicione a mistura do chocolate com cuidado e misture bem.
Envolva a farinha, as nozes partidas e metade das peras cortadas a gosto.
Coloque a massa num tabuleiro de ir ao forno previamente forrado com papel vegetal. Por cima disponha os restantes bocados de pêras e nozes e deixe cozinhar cerca de 20 minutos ou até estarem cozidos por fora e mal cozidos por dentro.
Divida em quadrados e sirva.