terça-feira, 15 de abril de 2014

Rosca doce de chocolate e laranja para a Páscoa

Páscoa sem rosca doce não é Páscoa!
A verdade é que não é preciso ser Páscoa para comer rosca doce (folar ou regueifa).
Mas antigamente, (pelo menos aqui no campo) o folar que as madrinhas davam às afilhadas na Páscoa era mesmo isso, um folar, uma rosca doce! A minha mãe nunca recebeu outra coisa da madrinha dela (que era a tia solteirona do post anterior). Já eu recebi mais que uma rosca da minha.
Mas cá em casa não falta a rosca doce na mesa e este folar de carne a lembrar Trás-os-Montes!
Se no ano passado fiz este folar maravilhoso (que tenho intenções de repetir este ano), este ano não iria deixar escapar um pão doce diferente.
Fiquei louca com esta receita da Donna Hay e não resisti a experimentar no passado domingo de Ramos.
E ficaria fantástico não tivesse uma distracção minha deitado quase tudo a perder! Sem querer, esqueci-me de polvilhar a banca com farinha e quando estava no preciso momento de enrolar a massa no chocolate, esta começou a colar à banca.
Não queria acreditar na minha estupidez!
Um buraco na massa, o chocolate a misturar-se com a massa... Pronto, vou misturar tudo!
E pronto, não podia ter resolvido de melhor maneira! Ficou delicioso!
Páscoa Feliz!
Ingredientes:
1 chávena e meia de farinha com fermento
1 colher de chá de fermento em pó
1/4 chávena de açúcar
40 gramas de manteiga fria, cortada fina
1/2 chávena de leite
3 colheres de sopa de cacau em pó
raspa de 1 laranja
sementes de papoila branca q.b

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180º.
Misture a farinha, o fermento e o açúcar num recipiente. Junte a manteiga e com os dedos misture bem.
Adicione o cacau e as raspas de laranja.
Faça um buraco no centro da farinha e coloque aos poucos o leite, mexendo sempre.
Amasse bem e divida a massa em dois. Estenda em dois rolos, entrelace em forma de rosca e una bem as pontas.
Pincele a rosca com leite, polvilhe com chocolate e sementes de papoila branca.
Leve ao forno cerca de 40 a 50 minutos!
Páscoa Feliz!


25 comentários:

  1. Ficou com um aspeto ma-ra-vi-lho-so!!
    Beijinho,
    Amélia

    ResponderEliminar
  2. rosca doce e folar, tão bom!
    não queres mandar um bocadinho para aqui? ih ih ih

    ResponderEliminar
  3. Ai que maravilha!! Estou deslumbrada... deve ser para lá de bom! :)

    ResponderEliminar
  4. LOL!!!! és uma distraída! Olha, ainda nem sei o que vou fazer para a Páscoa! Se calhar não faço nada e vou mas é aproveitar os dias de folga na companhia do homem :D

    ResponderEliminar
  5. Ainda há acidentes felizes, tem um aspecto delicioso

    ResponderEliminar
  6. Deixa lá que ninguém notava se não mencionasses... e afinal, uma artista é aquela que improvisa e não desiste ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Uau! Nunca fiz mas estou cheia de vontade de experimentar :)
    Dia 15 é dia de desafio "Há vida além da massa de atum". Contamos contigo :)
    http://acozinhadaovelhanegra.blogspot.pt/2014/04/ha-vida-alem-da-massa-de-atum-desafio.html

    ResponderEliminar
  8. Realmente, mesmo assim está com um aspecto fantástico.
    beijinhos,
    viagemdoceviagem.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Nada que não se resolva, e esta rosca parece-me muito bem resolvida.
    Um beijinho e uma Páscoa feliz

    ResponderEliminar
  10. Que bom!!! Viva os desastres que levam a novas receitas! :-)

    ResponderEliminar
  11. Ficou linda e de chocolate faz as minhas delicias
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Olá Naida, mesmo com essa distracção ficou mesmo um espanto! Um aspecto mesmo guloso!
    Boa Páscoa!
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. O meu folar, que ía religiosamente buscar a casa da mãe da minha madrinha já que esta estava emigrada na Venezuela, era sempre um folar de quatro ovos e um pacote de amêndoas coloridas. E era um luxo!!! Outros tempos, apesar de tudo não tão distantes quanto isso :)

    ResponderEliminar
  14. Ainda que tenhas tido um percalço, essa rosca está cheia de pinta! Mesmo!!

    ResponderEliminar
  15. hummmm.... com chocolate e laranja deve ser uma elicia amiga, gostei!
    bjs

    ResponderEliminar
  16. Ficou com um aspecto lindo e rústico! E de sabor, deve ser tão boa!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Eu ia sempre buscar um folar à minha madriha, era um delicioso momento, ela oferecia-me um folar quase maior que eu!! hehe.
    Adoro a tua rosca, juntamos os nossos lanches? Que dizes?
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  18. Oh que lindo está e com uma combinação tão boa, perfeito.
    Nunca recebi nenhum folar, mas nesta altura faço sempre um para oferecer mas é salgado com enchidos.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Muito bonito o teu bolo, desconhecia esse nome! Acho que em cada terra o bolo da Páscoa tem um nome diferente! Não sou muito fan de bolos doces tipo brioche mas este só por ser teu provava... sempre na esperança que tivesse levado banha :) beijo

    ResponderEliminar
  20. Às vezes com a azáfama toda na cozinha esquecemo-nos de alguns pormenores sem mesmo dar conta!!! Mas com ou sem farinha ficou uma rosca muito bonita, merecedora de ser o centro das atenções numa mesa de Páscoa.

    Beijinhos e feliz Páscoa!!
    Raquel
    http://amor-as-camadas.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  21. Ele á folares, roscas doces,... ai, ai, que a minha Páscoa não vai acabar tão cedo :)
    Beijinho

    ResponderEliminar