sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Pãezinhos de linhaça, tomilho e alecrim

"Na casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão".

A minha avó costuma dizer muitas vezes este ditado que, embora antigo, tem tanto de verdade como de actual.
Cá em casa nunca falta pão à mesa. Eu não dispenso ao pequeno-almoço mas não como às refeições. Já o meu pai e os meus avós fazem dele acompanhamento para tudo.
No Inverno tínhamos sempre pão quentinho feito em forno a lenha, mas nos últimos anos a minha avó deixou de o fazer por motivos de saúde. De vez em quando lá faço o gostinho às mãos mas elas têm mais jeitinho para fazer bolachas!  
Andava cheia de vontade de voltar a amassar pão e o workshop de Bolos Reais de Natal que assisti nos Workshops Pop Up a convite da Nacional abriu ainda mais o apetite. Num instante meteu-se o Natal e disse para mim mesma que ia fazer o bolo-rei de chocolate que tinha provado no workshop no Dia de Reis. Enfim, passei os Reis de molho com uma virose e o pão ficou em "banho-maria".
Ontem, com o quentinho do forno a lenha a crepitar tomei a decisão! 
Farinha, fermento, sal, água! Ingredientes tão simples que fazem algo tão saboroso!
(receita inspirada no livro A Lighter Way To Bake da Lorraine Pascale)
Ingredientes (6 bolinhas):
200 gramas de farinha sem fermento Nacional
50 gramas de farinha integral Nacional
50 gramas de farinha de linhaça
1 colher de sopa de sementes de linhaça 
1 colher de sopa de tomilho e alecrim picados 
1/2 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de fermento de padeiro
225 ml de água morna
Preparação:
Numa tigela grande junte as farinhas, as sementes e o alecrim e tomilho. Faça um buraco no meio da farinha e coloque o sal, o azeite e o fermento. Aos poucos adicione a água e com as mãos vá misturando a farinha com a água até formar uma bola e esta se desprender das mãos e do recipiente.
Amasse durante cerca de 10 minutos.
Com as mãos forme bolinhas pequeninas.
Coloque num tabuleiro de ir ao forno polvilhado com farinha num sítio quente, tape com um pano e deixe levedar cerca de  40 minutos.
Leve ao forno cerca de 20 minutos e está pronto a comer!

34 comentários:

  1. Nunca consigo fazer com que o pão fique assim bonito :(
    Desisto logo de fazer estas receitas :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rosa, esqueci-me de dizer que quando pus os pães a levedar a minha avó correu até eles para fazer uma reza (Deus te crescente, Deus te levente, o resto não sei :S) e funcionou hehe porque pão também não é o meu forte ;)

      Eliminar
    2. Opáh é isso que falta na minha receita!!!!!!! :)

      Eliminar
    3. Rosa, eu faço pão há mão e nunca lhe rezei. Saem sempre bem :)

      Eliminar
    4. Parece ser muito bom!

      Na casa da minha mãe quando se acaba de amassar e ainda dentro do alguidar onde vai levedar, se reparte em quatro com uma cruz mal vincada na massa é " Deus te acrescente, Deus te levente, que és para muita gente."; é uma tradiçao e muitas vezes, quando sai menos bem, também se diz, que "O pão e roupa, uma semana melhor que a outra".

      Isabel

      Eliminar
  2. Que pão lindo, que pena tenho eu de não conseguir fazer pães assim

    ResponderEliminar
  3. Está com um aspecto super delicioso! Adoro pão, mas a maior parte do pão que existe à venda por aqui, nem sempre é o mais saboroso. Costumo comprar numa lojinha de bairro, aonde ainda é bom. Mas hoje estou tentada a fazer pão para o jantar, vamos ver como sai. :)

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Adorava ter um forno a lenha :)
    O pãozinho ficou lindo, e devia estar delicioso!

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Com essa combinação, só pode ser bem delicioso.
    Bom fim de semana
    Bjs, Susana
    Nota: Ver os passatempos a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2014/01/tronco-de-ano-novo-trunk-of-new-year.html
    https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

    ResponderEliminar
  7. Muito bonito Naida! E deve ser mesmo uma delícia… Eu cá sou viciada em fazer pão em casa :)

    ResponderEliminar
  8. o meu pai também tem que ter sempre pão na mesa e eu confesso que também gosto! sei que faz mal, mas nada como rapar o molho no prato com um pouquinho de pão!
    um beijinho querida Naida

    ResponderEliminar
  9. Que pãezinhos tão gulosos, Nadia!
    Gosto de ter sempre pão (caseiro) para o pequeno-almoço. Habituei-me a torradas logo pela manhã com um mocha.

    Beijitos*

    ______________________
    Ana Teles | Telita
    blog: Telita na Cozinha

    ResponderEliminar
  10. Como sabes, adoro fazer pão. Ultimamente não tenho publicado muitas receitas porque o método é sempre o mesmo e verdade seja dita, não quero chatear a malta com estas coisas. Mas domingo vou fazer pão e vou fotografá-lo para partilhar mais uma invenção :)

    ResponderEliminar
  11. Tem um aspecto delicioso! A farinha de linhaça encontra-se à venda? Pode-se moer as sementes? Obrigada

    ResponderEliminar
  12. Estes pães estão geniais. Adoro tudo neles... sem tirar nem por :)
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  13. Que pães deliciosos... estão com um aspecto de comer e chorar por mais.. :)

    beijinhos e bom fim de semana

    Mafalda
    http://masterchefdealgibeira.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Aqui em casa adoramos pão, mas também não temos o hábito de comer às refeições, apesar dos meus sogros não prescindirem dele às refeições. Adorei o provérbio e adoro as tuas histórias. E esses pães estão com tudo o que adoro! hummm bem que me apetecia um!

    ResponderEliminar
  15. Pãozinho é comigo.Gosto de o comer e de o fazer!!Desde miuda que me habituei a ver fazer e a segurar no alguidar da massa e a colocar mais farinha nas mãos da minha avó ou do meu pai.
    Essa experiência deu para saber reconhecer quando a massa está no ponto, e quando o pão está levedado.
    A reza também a faço e divido a massa em cruz com a mão antes de a tapar para levedar.
    No fim de tudo, acho que o pão tem dias e em tempo frio tem tendência a crescer menos, mas também a farinha, o fermento podem ser a origem de um pão pouco crescido!
    O teu está óptimo e devia ter uma aroma maravilhoso!!!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  16. Este teu pãozinho está um mimo! Que maravilha!

    ResponderEliminar
  17. Eu adoro pão, seja de que maneira for :)
    Este teu Naida ficou delicioso certamente e bem posso imaginar o cheirinho que ficou nessa cozinha :)
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    https://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Ficaram bem preciosos estes pãezinhos!! A mistura de farinhas diversas tem dado bons resultados na feitura de pães!Ficaram apetitosos! Viva os ensinamentos das avós!Bjs.

    ResponderEliminar
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe, publiquei a mesma coisa (2 vezes!)

      Eliminar
  20. Eu adoro fazer pão, mas tenho andado muito preguiçosa para tal.
    Gostei da mistura de farinhas desses pãezinhos.
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  21. Olá Naida, adoro pão, também só como ao pequeno-almoço, os meus pais é que tambem não o dispensam às refeições.
    Adorei estes, lindos e aromáticos. Os meus nunca ficam tão lindos, se calhar falta a reza, eheh.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  22. Que lindos, aqui o tomilho e o alecrim perfumaram-nos mesmo bem!!
    Adoro fazer pão e raramente faço aquela reza que a minha avó fazia.
    Era ela que o fazia antes, sempre no forno a lenha, mas já há alguns anos que não o faz, exactamente como a tua. Agora fazemos nós a elas :) e que lindos!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  23. Adoro pãozinho feito em casa :) Apesar de não ter forno a lenha adoro pôr as mãos à massa e fazer um pão numa tarde de domingo :)
    Em casa da minha avó paterna é que o pão e a broa são feitos no forno a lenha! Ela felizmente ainda faz, mas vive longe de todos e não vamos lá muitas vezes a casa no Inverno! :S
    Adorei :) Tomilho e alecrim, e que encanto de pãezinhos! E com sementes de linhaça... Uma verdadeira maravilha!
    Ficaram lindos :)
    Eu também só costumo comer pão ao pequeno almoço, mas quando há uns ovos escalfados, ou uma comida com muito molho aí junto-me aos teus pais e avós e uso-o como acompanhamento :)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  24. Que pão tão aromático e perfeito! Adorei esta sugestão!

    ResponderEliminar
  25. Parece-me um pãozinho com sabores perfeitos, adorei!

    ResponderEliminar
  26. Que bonito Srª Dona Naida R., o meu pai tb era assim.. uma mesa sem pão não era mesa! Gostei tanto do teu saquinho do pão e da combinação de ingredientes! beijos

    ResponderEliminar